Tinta de cabelo faz mal para a saúde? Mitos e verdades

Uma dúvida comum de muitas mulheres é saber se a tinta de cabelo faz mal para a saúde devido à concentração de diversos produtos químicos. Para saber os mitos e verdades com relação a este assunto, confira nosso post.

Afinal, a tinta de cabelo faz mal para a saúde?

Em alguns casos, sim. Dependendo do tipo de tinta, nível de qualidade dos produtos utilizados na composição e de possíveis reações do organismo, esse produto pode trazer problemas para a saúde, principalmente reações alérgicas.

3 Mitos sobre a tinta de cabelo

1 – Todas as tintas são iguais

Essa é uma das informações mais falsas que circulam por aí com relação ao uso de tintas para cabelo. O resultado delas varia (e bastante) de acordo com a marca, já que cada uma das fabricantes utiliza componentes diferentes.

O mais indicado é que as mulheres fujam dos produtos mais baratos, já que muitas vezes eles podem trazer sérios problemas como alergias e ainda um péssimo resultado com relação à coloração.

Outra dica é sempre pedir ao cabeleireiro uma recomendação da tinta mais indicada de acordo com seu tipo de cabelo. Por serem profissionais da área, eles saberão informar marcas seguras.

2 – Somente com a tinta é possível ter bons resultados

Esta é outra falácia quando o assunto é tinta de cabelo. Para cobrir os fios brancos sem agredi-los também é possível usar tonalizantes.

Esses produtos não contêm tanta química como a tinta de cabelo e são indicados para pessoas que desejam preservar (e intensificar) a cor natural e dar brilho aos cabelos, cobrindo os fios brancos.

3 – Tintas naturais são tão eficazes quanto as tradicionais

Não é bem assim. Ao saber se tinta de cabelo faz mal para a saúde é importante que as mulheres não se enganem quanto aos resultados esperados de uma tinta natural.

Por mais que esses produtos ofereçam menos ricos quanto a alergias, por exemplo, a eficácia não será a mesma e a quantidade e frequência das aplicações deverá ser maior.

O mais indicado é escolher uma tinta que esteja de acordo com o tipo de cabelo, com boa composição química e marca confiável (preferencialmente indicada pelo cabeleireiro).

 2 verdades sobre a tinta de cabelo

1 – Nunca fazer química e tintura no mesmo dia

Não é por acaso que todos os cabeleireiros recomendam nunca fazer química (especialmente alisamentos ou relaxamentos) e tintura no mesmo dia.

O motivo é que na maioria das vezes os produtos utilizados nesses procedimentos são incompatíveis, podendo provocar sérios problemas, como brusca queda capilar, ressecamento intenso dos fios, deterioração capilar etc.

O indicado é fazer a química primeiro e somente após 2 semanas pintar os fios. Quem determina esse intervalo geralmente é o cabeleireiro, de acordo com as características específicas do cabelo e do procedimento realizado.

2 – Tinta de cabelo pode provocar alergia

Certamente. Com o passar dos anos e constante exposição às tinturas, aumenta-se o risco de desenvolver alergias com relação às tintas para cabelo.

Outro fator de risco é uma predisposição do organismo quanto a reações alérgicas a determinados componentes.

Para evitar essas reações é fundamental utilizar uma tintura de máxima qualidade e marca confiável, seja em casa ou no salão de beleza.

Sempre que usar a tinta, também deve ser feito o teste de alergia (conforme instruções do rótulo), sendo necessário esperar um período entre 24 e 48 horas antes de aplicar a tinta no cabelo todo.

Pessoas com pele ou couro cabeludo sensíveis devem consultar um dermatologista antes de começar a utilizar a tinta e priorizar o uso de uma única marca.

Essas informações deixam claro que em alguns casos a tinta de cabelo faz mal para a saúde. No entanto, tomando as devidas precauções, é possível evitar esses problemas.

Casamento bom, bonito e barato – dicas para fazer uma festa linda gastando pouco
Regrinhas básicas para ter dinheiro sempre. Veja algumas dicas para manter a conta sempre no azul.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published / Required fields are marked *